Justiça concede liberdade condicional a ex-prefeito de Avaré

Justiça concede liberdade condicional a ex-prefeito de Avaré

legenda: Joselyr terá que conseguir um emprego em até três meses; estar em casa entre 22h e 6h e está proibido de frequentar bares e boates

Fonte da Foto: Facebook

A Justiça concedeu liberdade condicional ao ex-prefeito de Avaré Joselyr Benedito Silveste (PTB), na segunda-feira (18). Na decisão da juíza Renata Biagioni, do Departamento Estadual de Execução Criminal de Bauru, ela destaca o estado de saúde do ex-prefeito e faz exigências para que Joselyr consiga um emprego em até três meses; estar em casa entre 22h e 6h e proíbe que ele frequente bares e boates.

O advogado de defesa do ex-prefeito, João Silvestre Sobrinho, considerou a decisão justa embora, segundo ele, tenha demorado. Destacou que, diferentemente da exigência da juíza, Joselyr não deve trabalhar porque o estado de saúde ele não permite, já que ele tem problemas cardíacos, ortopédicos e vasculares.

Em uma determinação do Supremo Tribunal Federal, ele foi acusado e preso em fevereiro de 2016 por crime contra a administração pública por dispensar licitações de maneira ilegal para obras de limpeza, desassoreamento e ampliação de um lago ornamental.

Joselyr ficou preso até dezembro de 2016 no Centro de Reabilitação de Avaré, mas passou por uma cirurgia no coração e, desde então, cumpria prisão domiciliar.

O ex-prefeito é pai dos atuais prefeito e vice-prefeita de Avaré. Jô Silvestre (PTB) é o chefe do Executivo e a irmã Bruna Silvestre (PSB) é a vice. De acordo com o site oficial da prefeitura, ele atuou frente à prefeitura nas gestões 1997-2000 e 2005-2008.

Em agosto de 2008, quando era prefeito, Joselyr teve o mandato cassado pela Câmara e se tornou inelegível por três anos. No entanto, ele concorreu as eleições de 2008 amparado por um recurso e teve mais de 60% dos votos, mas depois teve a diplomação negada pelo STF e quem assumiu a prefeitura na época foi o vice-prefeito.

Ainda de acordo com a defesa do ex-prefeito, ele já foi absolvido em 13 processos e oito ainda estão em tramitação. Dos oito, quatro estão em sentença, dois estão no Tribunal de Justiça aguardando recurso e em outros dois Joselyr foi condenado e a defesa entrou com recurso no STJ e está aguardando decisão.

Fonte: G1 Itapetininga e Região

Compartilhar:
adalgisa e toninho
Pilates
mensagem leo diego e carla
Veja Também