Denúncia contra o vereador Cabo Sérgio é arquivada

Denúncia contra o vereador Cabo Sérgio é arquivada

legenda: Caso foi levado à Comissão de Ética que deu parecer pelo arquivamento

Fonte da Foto: Assessoria da Câmara

A Câmara de Vereadores de Avaré aprovou o parecer do presidente da Comissão de Ética, Roberto Araújo, que decidiu pelo arquivamento da representação proposta contra o vereador Sérgio Luiz Fernandes (Cabo Sérgio) por suposta falta de decoro parlamentar.

A acusação foi feita pelo assessor de gabinete do prefeito Jô Silvestre, Valdinei Muniz, que alegou ter sido ofendido pelo vereador dentro das dependências da Câmara em uma noite de sessão ordinária, fato que ocorreu fora do Plenário.

Decoro é o recato no comportamento que deve respeitar o acatamento das normas morais e os princípios da decência, da honradez e da dignidade. Decoro parlamentar, por sua vez, nada mais é que a postura exigida de parlamentar no exercício de seu mandato, postura esta que deverá ser respeitada também todos esses princípios.

Segundo o relatório, o caso entre as partes está sendo dirimida pela Justiça e que a questão trata-se de situação de interesse particular entre os envolvidos.

“Os supostos fatos teriam ocorrido nas dependências do Plenário desta Casa de Leis, porém, a questão ocorreu em colóquio de índole pessoal, não guardando relação com a atividade parlamentar do requerido, tanto é que a querela entre ambos está a se resolver na órbita judicial” – diz o documento aprovado pela Câmara.

Os vereadores aprovaram o parecer com os votos dos vereadores, Ernesto Albuquerque, Barreto do Mercado, Adalgisa Ward, Hidalgo Freitas (Suplente), Flávio Zandoná, Jairinho do Paineiras, Marialva Biazon, Roberto Araújo, Carlos Estati, Ivan da Comitiva e Alessandro Rios. A exemplo do que fez na semana passada, o vereador Coronel Morelli se absteve da votação.

Compartilhar:
adalgisa e toninho
Pilates
mensagem leo diego e carla
Veja Também