Primos avareenses se apresentam em Portugal nesta quinta-feira

Primos avareenses se apresentam em Portugal nesta quinta-feira

legenda: Lucas, Bruna Caram e Paulinho Novaes levam ao palco do Festival MED o Projeto PRIMO

Fonte da Foto: Facebook

A turnê Primo, de Bruna Caram, Lucas Caram e Paulo Novaes, primos-irmãos, chega a cidade de Loulé, no distrito de Faro em Portugal. Os três, que têm DNA avareense, são compositores, instrumentistas e pertencentes a uma família extremamente musical. São netos de Maria Piedade Novaes, a dona Margarida, cantora que em 1954 venceu o concurso "A Voz do Centenário" da Rádio Nacional. Foi a avó que inspirou a musicalidade da família, cantando sempre e fazendo questão que todos os filhos e netos estudassem música.

Entre os tios do trio está Maída Novaes, criadora do grupo Trovadores Urbanos, do qual  fizeram parte quando mais novos, nos primórdios do trabalho musical. Bruna e Lucas são irmãos: netos também de Jamil Caram, violonista de choro conhecido no meio, e sobrinhos de Juca Novaes e Valéria Caram, também dos Trovadores Urbanos, e da cantora Ana Caram, expoente da bossa nova, apadrinhada por Tom Jobim. Bruna é das mais expressivas cantoras da nova geração da MPB. Eles são filhos da também cantora Lúcia Novaes, avareense que na juventude integrou junto com os irmãos e amigos o grupo Fruto Primeiro.

Paulo é o parceiro mais frequente dos dois: Bruna afirma em suas entrevistas que é seu compositor contemporâneo favorito. Apesar de nascido em São Paulo, o músico também tem DNA avareense, já que é filho de Ize Novaes, que também integrou o grupo Fruto Primeiro em Avaré. 
 

O Projeto Primo sobe ao Palco Bica do Festival MED, às 23h, desta quinta-feira (28). O trio traz ao palco boa parte de seu repertório autoral, com canções inéditas e outras presentes em seus trabalhos pessoais, como "De Repente" e  "Dias que vêm", canções melodiosas e inspiradoras. Eles se revezam nos instrumentos (sanfona, guitarra e violão) apostando na harmonia e dinâmica que são marca da identidade de cada um. Da admiração e influência dos três entre si, fica claro o que os levou a viver pela música: a familiaridade.  

Compartilhar:
Guardião
Veja Também