Prefeitura de Botucatu vai retirar carros oficiais das ruas e utilizar o serviço de taxi

Prefeitura de Botucatu vai retirar carros oficiais das ruas e utilizar o serviço de taxi

legenda: Medida a ser implantada visa reduzir gastos anuais de R$ 4 milhões

Fonte da Foto: Internet

Dentro dos próximos 20 dias, a Prefeitura de Botucatu deve iniciar um estudo prático com objetivo de reduzir despesas com a atual frota de veículos do Município. A medida colocará em teste a troca do serviço de locomoção de funcionários na atribuição de suas funções, feitas hoje através dos veículos municipais, pelo serviço de transporte corporativo, através de táxis.

Ao todo, 47 veículos que são utilizados eventualmente, sairão de suas funções por 60 dias. Ao invés de utilizarem os veículos públicos, os servidores irão utilizar táxis, que serão acionados por aplicativo, gerenciado por uma empresa de tecnologia, especializada em mobilidade e gestão de despesas.

Este novo modelo de transporte que será testado com os servidores da Prefeitura, visa reduzir os gastos anuais de R$ 4 milhões da Administração com a sua frota, compreendendo os valores de impostos, combustível, depreciação e manutenção despendidos.

“Vamos fazer este teste buscando economizar. Com essa medida deixamos de pagar IPVA, de ter gastos com pneus, depreciação, combustível e principalmente com a manutenção desses veículos, já que contratando o serviço de transporte com táxis, pagaremos apenas a corrida e uma taxa de administração para essa empresa de tecnologia”, explica o Prefeito Mário Pardini.

Além destes 47 veículos que passarão pela experiência, a Prefeitura possui mais 122 veículos dedicados, ou seja, que são utilizados com maior frequência, como por exemplo, viaturas e veículos utilizados para serviços de fiscalização de terrenos, obras, renda e outros. Para estes veículos, a solução a ser testada é a de carros alugados.

“O aluguel de veículos além de nos livrar dos gastos que já falamos, nos ajudará a sempre manter veículos novos e de qualidade excelente para prestar os serviços à população, já que ocorrendo qualquer problema de manutenção os carros serão trocados”, cita Pardini.

Além de economia, a medida também regrará a utilização inapropriada dos veículos da Prefeitura, já que o gerenciador deste serviço registrará locais de embarque e desembarque do usuário do táxi, horário e valores gastos. Também reduzirá, mesmo que de forma pequena, o número de veículos transitando nas vias do município.

A plataforma garantirá o suporte de transporte para viagens de representantes públicos a outras cidades e estados do País e suas locomoções nestes destinos, quando necessário.

Após os testes, os resultados serão estudados pela equipe de Administração do município para possível implantação definitiva.

FONTE: SECRETARIA DE COMUNICAÇÃO DA PREFEITURA DE BOTUCATU/ACONTECE BOTUCATU

Compartilhar:
Guardião
Veja Também