Jovem encontrado morto no Rio Paranapanema estava com as orelhas decepadas

Jovem encontrado morto no Rio Paranapanema estava com as orelhas decepadas

legenda: A vítima participou do furto de pedalinhos em uma propriedade na cidade de Piraju

Fonte da Foto: Reprodução TV Tem/Arquivo Pessoal

A Polícia Civil de Piraju investiga a morte do jovem estudante Elton Moreira Amaral, de 22 anos, cujo corpo foi encontrado boiando no Rio Paranapanema, em Piraju (SP), na tarde de quinta-feira (1). O caso teve início com a comunicação recebida pela Polícia Militar sobre o furto de dois pedalinhos de um estabelecimento comercial que fica às margens do rio.

Policiais Militares realizavam diligência com vistas à localização dos autores do furto dos pedalinhos, quando testemunhas apontaram para um grupo de rapazes já conhecidos nos meios policiais, e que poderiam ter participado do crime. A guarnição se dirigiu até a casa de dois suspeitos, um de 18 anos, morador da Vila Tibiriçá, e outro de 20 anos, residente no Conjunto José Ribeiro.

Os policiais interrogaram os rapazes e eles acabaram confessando o furto. Eles disseram que Elton estava com eles e que uma mulher também participou do crime cometido durante a madrugada. Todos estavam a bordo dos pedalinhos quando uma das embarcações, onde estava Elton e o rapaz de 18 anos, começou a afundar. Eles nadaram até o outro pedalinho, mas esse também começou a naufragar. Com exceção de Elton, todos conseguiram nadar até a margem do rio.

O jovem de 18 anos relatou na polícia que Elton ficou com o pé preso a uma corda que estava atrelada ao pedalinho. Os três ficaram na beira do rio por cerca de uma hora esperando por Elton, mas ele não apareceu. O rapaz também disse que ninguém acionou a polícia porque não tinham telefone.

VIOLÊNCIA

Depois do registro da ocorrência de furto na delegacia, os bombeiros foram acionados para realizarem buscas pelo rio. Não tardou para que o corpo de Elton fosse localizado boiando próximo à margem. Segundo informações dos bombeiros, havia marcas de violência na cabeça do rapaz. Já os peritos da polícia civil, constataram que a vítima estava com as duas orelhas decepadas. Até o fechamento desta reportagem, a polícia civil buscava informações sobre a mulher que teria participado do furto. O caso da morte do estudante foi registrado como morte suspeita. (Com informações do jornal Expresso Piraju)

Cursinho Einsten
Veja Também