CD de Juca Novaes é selecionado para o Prêmio da Música Brasileira

CD de Juca Novaes é selecionado para o Prêmio da Música Brasileira

legenda: Disco do avareense concorre ao maior prêmio da música nacional

Fonte da Foto: Facebook

O mais recente trabalho fonográfico do músico e compositor avareense Juca Novaes - Canções de Primeira, Vol. 2 - foi selecionado para o Prêmio da Música Brasileira (http://www.premiodamusica.com.br/audicao/audicao-2017-3484/). 

Dois anos após o lançamento de "Canções de Primeira, Vol. 1", também pela Dabliú Discos, surgiu o "Canções de Primeira, Vol. 2". A exemplo do primeiro, Juca interpreta canções de primeira linha (e primeira audição, pois, enquanto produtor da Feira Avareense de Música Popular - FAMPOP-, ouviu em primeira mão cada uma delas). 

Dentre elas, "Virou areia" (Lenine / Bráulio Tavares); "Uma noite sem você" (João Linhares); "Minha nossa senhora" (Fátima Guedes - com participação da cantora Dandara); "Um dia eu mudo daqui" (Sérgio Augusto), "Alafim" (Moacyr Luz), "Carvão e giz" (Luiz Carlos da Vila / Paulo César Feital), "Tatame" (Léo Bianchini / Ricardo Teté), a mineira "Canoeiro" (Sérgio Santos / Tadeu Franco - com participação de Duo Fel e Lula Barbosa), o samba "Operário padrão", do paulista César Brunetti. Um dos destaques é a já clássica "Bèradêro", numa versão piano e voz que valoriza a grande canção de Chico César. 

O disco termina com "Noites de Avaré", poema de Ana Terra musicado por Juca, que também toca os pianos no disco, ladeado por Sérgio Bello (produtor musical do CD, além de tocar baixo, violão e guitarra), e as percussões de Valentino Menezes, fazendo jus às palavras de Roberto Menescal, que considerou o volume 1 do projeto "uma aula de simplicidade e qualidade artística". Tal nível é alcançado, mais uma vez.

"É um universo inesgotável", afirma Juca, referindo-se aos 34 anos de existência do festival, o que permitiria a gravação de muitos outros discos, como volume 3, volume 4 (...).

Juca Novaes tem sua carreira ligada ao grupo paulista Trovadores Urbanos e aos discos que lançou com Eduardo Santhana (que também integra os Trovadores). Em 2011, Juca lançou o álbum autoral "Goa", que projetou sua canção "Meio Almodovar", com participação especial de Lenine. Tem mais de 100 canções gravadas por nomes importantes como Alaíde Costa, Bruna Caram, Danilo Caymmi, Jane Duboc e Lucila Novaes, dentre outros.

O Prêmio - O Prêmio da Música Brasileira é uma premiação da música popular brasileira, sendo a de maior longevidade. Idealizado em 1987 por José Maurício Machline, a premiação inicialmente era conhecida pelos nomes de seus patrocinadores.

Já se chamou Prêmio Sharp, Prêmio Caras e Prêmio TIM de Música, até assumir a denominação atual. O Prêmio da Música Brasileira tem, de acordo com seus criadores, dois objetivos: premiar a variedade imensa de manifestações musicais do país, incentivando a descoberta de novos talentos, e propiciar encontros produtivos entre as várias tendências da música contemporânea nativa procurando a mais alta qualidade em todas as vertentes da nossa música.

O projeto se destaca desde sua criação pela relevância no contesto cultural e foi apoiado/patrocinado por nomes como Sharp, TIM, a Revista Caras e em 2010, a Vale.

A votação é realizada por um corpo de jurados formado por nomes representativos da diversidade musical, e a eleição do premiado em cada categoria se baseia estritamente no mérito artístico de cada artista ou obra. Por fim, cada edição homenageia os nomes considerados importantes na MPB da atualidade e do passado.

Compartilhar:
Guardião
Veja Também