Ativistas protestam pela volta da castração gratuita de animais

Ativistas protestam pela volta da castração gratuita de animais

legenda: Secretário da Agricultura confirma reativação do centro municipal de castração

Fonte da Foto: O Victoriano

Ativistas protetores dos animais fizeram um protesto pacífico e em silêncio durante a sessão de Câmara de segunda-feira (14) em Avaré (SP). Eles pedem a reativação do centro municipal de castração de animais da Prefeitura que está desativado desde o final do ano passado.

Assim que teve início a sessão, os ativistas levantaram cartazes com dizeres pedindo a volta da castração gratuita e de imediato receberam apoio dos vereadores que faziam uso da palavra na tribuna. O secretário municipal da Agricultura, Ronaldo Villas Boas estava presente à sessão e acabou se reunindo com os ativistas na sala de imprensa da Câmara.

O protesto foi marcado pelas redes sociais entre os muitos ativistas protetores de animais da cidade. Eles estão preocupados com o crescente número de cães e gatos abandonados ao longo de oito meses desde que a castração gratuita foi suspensa em dezembro do ano passado. Há mais de 30 dias eles tiveram notícia por parte da atual administração sobre a reativação do centro, mas a demora motivou o protesto na Câmara.

ADEQUAÇÕES

O secretário da Agricultura, Ronaldo Vilas Boas, disse à reportagem do O Victoriano, logo depois de se reunir com os ativistas, que a Prefeitura está tomando as providências necessárias para a reabertura do centro de castração. “Temos que seguir as exigências do Conselho Regional de Medicina Veterinária, e para isso a Prefeitura vai ter que adquirir materiais e adequar o prédio onde irá funcionar o Centro de Zoonoses. Isso demanda gastos que precisam passar pelo setor de licitação, aí é que a coisa para um pouco por causa dos tramites burocráticos. Mas a população pode ficar tranquila que estamos trabalhando para que a castração gratuita volte em torno de 40 dias”, disse o secretário.

O Centro de Zoonoses de Avaré irá funcionar no prédio que abrigava o Posto de Saúde da Família (PSF) do Jardim Paraíso, na Rua Seme Jubran.

Compartilhar:

Fotos Relacionadas

Guardião
Veja Também